Klabin promove executivo a diretor-geral para empresa

Com ida de Schvartsman para Vale, companhia indicou Cristiano Cardoso Teixeira como diretor-geral da empresa

São Paulo – Com Fabio Schvartsman assumindo o controle da Vale, lugar que antes era de Murilo Ferreira, a Klabin teve de escolher um novo presidente para a companhia – e recorreu aos seus talentos internos para isso.

Por meio de sua controladora, a Klabin Irmãos e Companhia, a empresa anunciou hoje a indicação do executivo Cristiano Cardoso Teixeira como diretor-geral. O pedido ainda deverá passar pela deliberação do conselho de administração da Klabin.

Cristiano entrou na empresa em 2011 como diretor de supply chain e, em 2015, assumiu a direção das divisões de papelão ondulado, sacos industriais e sack krafrt. No início deste ano foi nomeado diretor executivo de conversões e comercial papéis, de acordo com nota da companhia.

Graduado em administração e com 43 anos, o executivo tem 20 anos de experiência no setor e já trabalhou om embalagens, papel e celulose e florestal.

Nova direção

Schvartsman, um dos mais respeitados executivos do país, ficou no comando da centenária Klabin desde 2011, quando assumiu no lugar de Reinoldo Poernbacher. 

Antes do desafio trabalhou por 22 anos no grupo Ultra, além de acumular passagens pela SanAntonio Internacional e Duratex.  Tem um perfil discreto e direto e o mercado aceitou bem sua indicação para o comando da Vale. 

A especulação sobre a saída de Murilo Ferreira da Vale ganhou força em outubro do ano passado. A decisão já teria sido tomada pelo governo, que está no bloco de controle por meio da BNDESPar e Previ. O Bradesco, outro sócio relevante, já teria sido avisado desde então.

Na presidência da Vale desde 2011, Murilo Ferreira anunciou ao mercado, em 24 de fevereiro, que permaneceria no cargo até 26 de maio, quando expira seu contrato com a empresa.