Klabin encerra 3º trimestre com lucro de R$ 330,83 mi

No acumulado dos nove primeiros meses do ano, o lucro alcançou R$ 605,45 milhões, uma expansão de 904%

A Klabin, maior fabricante de papéis de embalagens do Brasil, encerrou o terceiro trimestre de 2012 com lucro líquido de R$ 330,83 milhões, revertendo o prejuízo reportado no mesmo período de 2011, de R$ 243 milhões. No acumulado dos nove primeiros meses do ano, o lucro alcançou R$ 605,45 milhões, uma expansão de 904% na comparação com o mesmo intervalo do ano passado.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) cresceu 35% em igual base comparativa, para R$ 374,75 milhões. Quando calculado o Ebitda ajustado, que exclui o ganho da Klabin com a venda de ativos no terceiro e quarto trimestres de 2011, a alta na comparação com o terceiro trimestre do ano passado foi de 39%.

A margem Ebitda ficou em 34% no trimestre, ante 27% do período entre julho e setembro de 2011 e igual nível no segundo trimestre deste ano. No acumulado de janeiro a setembro, o Ebitda totalizou R$ 967,40 milhões, expansão de 35% em relação ao ano passado. A receita líquida no terceiro trimestre foi de R$ 1,086 bilhão, alta de 10% na comparação com igual intervalo de 2011.

No acumulado dos nove primeiros meses, a receita da fabricante de papéis acumulou R$ 3,085 bilhões, expansão de 7% em relação ao mesmo intervalo de 2011. O resultado financeiro da Klabin entre julho e setembro foi negativo em R$ 54,86 milhões, ante os R$ 524,39 milhões igualmente negativos no terceiro trimestre de 2011.