Katrina causa prejuízos milionários ao grupo BellSouth

Estimativa inicial da empresa de telecomunicações é que perdas ficarão entre 400 milhões e 600 milhões de dólares

Não são apenas as companhias petrolíferas e as refinarias que estão calculando os prejuízos causados pela passagem do Furacão Katrina pelo Golfo do México. Segundo estimativas iniciais da empresa de telecomunicações BellSouth, a companhia gastará de 400 milhões a 600 milhões de dólares para reparar os estragos causados pela tempestade e reestabelecer os serviços para seus clientes. A empresa alertou, contudo, que o valor pode ser revisto, à medida que se conhecer melhor a extensão dos danos nas regiões mais afetadas pelo Katrina.

Segundo o jornal britânico Financial Times, cerca de 810 000 linhas telefônicas fixas da BellSouth ainda estão fora de operação nos estados de Louisiana, Alabama e Mississipi. De acordo com Bill Smith, diretor de tecnologia da empresa, serão necessários pelo menos 30 dias para religar as linhas. As autoridades americanas têm afirmado, nos últimos dias, que a falta de contato com as áreas devastadas estão atrasando os trabalhos de resgate das vítimas e de reconstrução.

Além dos prejuízos diretos, o Katrina pode causar ainda perdas futuras às operadoras de telefonia fixa. Um relatório do banco Goldman Sachs afirma que o furacão pode acelerar uma mudança de hábitos dos consumidores americanos. Em vez de linhas fixas, os usuários passariam a preferir serviços móveis de voz, como telefones celulares ou transmissão via VoIP. “Centenas de milhares de linhas correm o risco de serem trocadas por outros serviços, como o VoIP ou outras opções wireless”, diz.