Karl Lagerfeld pode abrir loja no Brasil

Grife estuda abrir até dez butiques neste ano e não descarta unidades no mercado brasileiro

São Paulo – Karl Lagerfeld, estilistas das marcas Chanel e Fendi, estuda abrir até dez lojas de sua grife pessoal neste ano e o mercado brasileiro pode receber unidades. As informações são do jornal Valor Econômico, desta quinta-feira.

De acordo com a reportagem, Pier Paolo Righi, presidente da grife, afirmou que o Brasil é um mercado importante para a Karl Lagerfeld e o objetivo é tornar a marca de luxo global por meio do varejo.

“O desenvolvimento de uma grande rede de lojas é um elemento-chave da nossa estratégia”, afirmou o executivo, ao Valor.