Justiça permite que BTG Pactual atraia agentes autônomos da XP

XP moveu ação contra plataforma de investimentos do banco, que entendeu medida como uma tentativa de evitar competição

São Paulo – Uma decisão judicial de segunda instância tomada nesta segunda-feira permitiu que o banco BTG Pactual volte a atrair agentes autônomos da XP Investimentos, afirmou uma fonte com conhecimento do assunto.

A XP moveu uma ação contra o BTG em dezembro, com o objetivo de barrar a plataforma de investimentos BTG Pactual Digital de atrair seus agentes autônomos. O movimento é visto pelo BTG como uma tentativa de evitar a competição.

Por outro lado, a XP acusa o BTG de usar informações obtidas enquanto o banco coordenava sua oferta inicial de ações em 2016 para construir sua própria plataforma. O BTG estava entre os bancos contratados pela XP para fazer um IPO que posteriormente foi cancelado.

Uma decisão liminar de fevereiro vinha impedindo o BTG de capturar agentes autônomos da XP.

Apesar da vitória do BTG desta segunda-feira, o caso completo ainda será analisado pela Justiça. A cassação da liminar desta segunda-feira será publicada nos próximos dias.

A plataforma digital do BTG é um dos negócios de maior crescimento do banco. Em dezembro, o BTG lançou um home broker e começou a operar com agentes autônomos.

BTG e XP não quiseram comentar o assunto.