Justiça dos EUA acata pedido da Petrobras sobre ações

A Petrobras informou que a Corte Federal de Apelações do Segundo Circuito dos Estados Unidos suspendeu ações coletiva e individuais em curso

Rio de Janeiro – A Corte Federal de Apelações do Segundo Circuito dos EUA suspendeu ações coletiva e individuais contra a Petrobras até que seja julgado recurso da empresa contra uma decisão da Justiça norte-americana que abriu caminho para um processo em grupo.

A ação de investidores pede recuperação de bilhões de dólares por supostas perdas decorrentes de um escândalo de corrupção na estatal, que envolve a investigação de desvio de recursos de contratos da empresa por executivos de grandes companhias e políticos.

“Com isso, está suspenso o início do julgamento da ação coletiva e das ações individuais, previamente marcado para iniciar em setembro de 2016”, afirmou nesta terça-feira a empresa em nota, frisando que “continuará a defender firmemente os seus direitos”.

Em fevereiro deste ano, o juiz distrital Jed Rakoff em Manhattan certificou duas classes de investidores. Na ocasião, afirmou que as demandas eram semelhantes o suficiente para serem feitas em grupo. Entretanto, a Petrobras recorreu da decisão. Uma ação coletiva poderia facilitar a recuperação de grandes somas de recursos por investidores, mais do que se as ações fossem individuais.

Texto atualizado às 17h39