Carf: Juiz aceita denúncia contra presidente do Bradesco

A denúncia foi oferecida pelo Ministério Público Federal ao executivo e mais nove pessoas

A Justiça Federal em Brasília aceitou denuncia contra o presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, por envolvimento em esquema de corrupção no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf).

A informação é da Coluna do Estadão, do jornal O Estado de S. Paulo. A denúncia foi oferecida pelo Ministério Público Federal ao executivo e mais nove pessoas, que agora são réus da Operação Zelotes.

A operação investiga a ação de grupos suspeitos de negociar decisões positivas no Carf, que avalia dívidas de grandes empresas com a Receita Federal

Entre os acusados pelo banco estão, segundo o jornal, Luiz Carlos Angelotti, diretor de relação com investidores do Bradesco; Domingos Figueiredo de Abreu, diretor vice-presidente do Bradesco, e Mário da Silveira Teixeira Júnior, ligado ao conselho de administração do Bradesco.

A ordem foi assinada pelo juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara da Justiça Federal em Brasília. Segundo o Estadão, os acusados têm 20 dias para apresentar defesa.

Procurada, a assessoria de imprensa do Bradesco diz que “o Bradesco reitera sua convicção de que nenhuma ilegalidade foi praticada por seus representantes e, em respeito ao rito processual, apresentará oportunamente seus argumentos ao Poder Judiciário”.