JPMorgan venderá negócio de commodities para Mercuria

Quando o banco abriu os balanços para potenciais compradores em outubro, avaliou os ativos em US$3,3 bilhões

Nova York – O banco norte-americano de investimento JPMorgan concordou em vender seu negócio de commodities físicas à Mercuria, disseram nesta quarta-feira fontes próximas ao assunto, colocando a trading suíça entre as principais traders de commodities.

Os termos do acordo ainda não estão claros, mas quando o banco abriu os balanços para potenciais compradores em outubro ele havia avaliado os ativos em 3,3 bilhões de dólares, segundo o Wall Street Journal.

Fontes familiarizadas com o assunto disseram à Reuters que o preço pedido é de 2,5 bilhões de dólares.

O JPMorgan em Londres não quis comentar o assunto, enquanto um representante da Mercuria não pôde ser encontrado imediatamente para comentar.

O JPMorgan decidiu vender sua divisão multibilionária de commodities físicas no ano passado devido a crescentes pressões regulatórias e políticas e para que pudesse se concentrar no negócio principal do banco, de empréstimos.