Dr Fábio Barros se destaca com o protocolo de afinamento da face

Neste ano de 2019 houve um aumento de cerca de 540% por cento, quase 6x mais, nas pesquisas sobre Harmonização Facial no Google.

A razão disso é que a técnica realça a beleza de cada um, de forma delicada e não-invasiva, recuperando a perda de definição e volume que acontece com o envelhecimento.

E isso tem provocado uma verdadeira corrida dos famosos para os profissionais capacitados.

 

O que seria o protocolo de afinamento da face?

Segundo o Dr. Fabio Barros, esse protocolo é a junção de duas técnicas cirúrgicas muito simples, que visam remover a gordura da região da papada, ajudando no contorno da mandíbula, associada à cirurgia de bichectomia, que seria a remoção parcial da gordura chamada bola de bichat, na qual ajudará no contorno da face, valorizando a região de malar (maçãs do rosto). As duas técnicas associadas promoverão um ganho estético ao paciente.

– Dependendo de cada caso, eu ainda associo com fios de sustentação para promover um efeito ‘lifting’. As maiores queixas no consultório são da temível papada que incomoda cerca de 80 porcento dos meus pacientes, seguida pelo excesso de gordura da bochecha, fazendo com que muitos dos pacientes se sintam acima do peso sem estar – relata Dr. Fabio Barros.

A associação das duas técnicas promove um rosto muito mais suave e com contornos bem definidos as regiões da Mandíbula e maçãs do rosto ficam mais destacadas.

Tanto os homens como as mulheres procuram o protocolo de afinamento da face.

No homem, muita das vezes, uma definição da região da Mandíbula e na mulher, o conhecido efeito “blush”.

Para saber se o paciente tem indicação, se faz necessária uma avaliação clínica, onde é preciso tocar o paciente e entender suas expectativas.

– A cirurgia é muito simples e indolor, realizada no próprio consultório, seguindo todas as recomendações pós-operatórias, a recuperação é muita rápida. Declara Dr. Fabio Barros, Master em Harmonização Facial em Miami que, agora em outubro, fará uma imersão em Fios de Sustentação na Coreia do Sul.