JP Morgan troca comando no Brasil

Instituição foi a sexta no ranking brasileiro de ofertas públicas de ações em 2007, bem atrás dos líderes Credit Suisse e UBS Pactual

O banco de investimentos americano JP Morgan está trocando o presidente da operação brasileira. Segundo EXAME apurou, o executivo Ricardo Stern comunicou internamente que deixará a função. Em seu lugar como responsáveis pela área de investment banking, devem entrar os diretores Daniel Darahem e Patrícia Moraes. Um novo presidente deve ser anunciado nos próximos dias.

Stern assumiu a função há dois anos. Desde então, o banco americano assessorou clientes importantes, como a JBS Friboi, mas se manteve abaixo de concorrentes como Credit Suisse e Citi nos rankings de fusões e aquisições. No ano passado, ficou na sétima posição. No rentável mercado de aberturas de capital, o banco terminou 2007 na sexta posição, muito atrás dos líderes Credit Suisse e UBS Pactual. Procurado, o JP Morgan não quis comentar a notícia.