JetBlue realiza primeiro voo semanal entre NY e Havana

A companhia aérea fez o primeiro voo semanal entre as cidades de Nova York e Havana como parte da retomada dos laços entre Cuba e EUA

Nova York – A companhia aérea JetBlue realizou nesta sexta-feira o primeiro voo semanal entre as cidades de Nova York e Havana como parte das gestões que estão sendo realizadas nos últimos meses para retomar os laços entre Cuba e Estados Unidos.

Segundo informou em comunicado a companhia aérea, a JetBlue se transforma na primeira companhia grande dos Estados Unidos que inicia essa rota desde que no começo do ano foram flexibilizadas as restrições de viagem entre os dois países.

A JetBlue, com sede em Nova York, já tinha anunciado em 5 de maio sua intenção de conectar a cidade americana com Havana com um voo semanal, a princípio, com bilhetes à venda na agência de viagens Cuban Travel Services (CTS).

“Levando em conta que a JetBlue é a maior companhia aérea dos Estados Unidos operando no Caribe, Cuba terá algum dia um importante papel na rede geral da companhia na região”, sustenta a nota oficial sobre esse primeiro voo.

Até agora só existiam voos charter oferecidos por companhias aéreas menores, e com limitado número de pessoas autorizadas, levando em conta as restrições impostas pelos Estados Unidos às viagens a Cuba, que nos últimos meses foram se flexibilizando.

A rota entre Nova York e Havana é um dos cinco voos semanais da companhia rumo à ilha. Os outros funcionam desde os aeroportos de Tampa e Fort Lauderdale-Hollywood, no estado da Flórida.

A empresa anunciou que desde 2011 vem operando voos com Cuba, desde a Flórida, embora agora seja a primeira vez que faz desde Nova York.

A JetBlue tem uma média de 875 voos diários e transporta mais de 32 milhões de passageiros por ano a distintas cidades dos Estados Unidos, do Caribe e da América Latina.

O executivo-chefe da JetBlue, Robin Hayes, foi um dos empresários que acompanhou o governador de Nova York, Andrew Cuomo, na histórica visita de uma missão do estado a Havana que aconteceu em abril.

O primeiro voo entre Nova York e Havana desta companhia foi um Airbus A320, de 150 lugares, que decolou neste meio-dia desde o aeroporto JFK.

Em entrevista à rede “NBC”, um dos passageiros, Carlos Infante, disse antes de entrar no avião que a viagem que fazia é uma das coisas das quais vai falar “por anos e anos”.

“Não tenho suficientes palavras para expressar o que sinto. É um formoso dia”, acrescentou Infante, original de Cuba.

O voo semanal entre Nova York e Havana será realizado todas as sextas-feiras, tanto de ida como de volta. O primeiro coincidiu com celebração hoje nos Estados Unidos do Dia da Independência.

Estados Unidos e Cuba anunciaram em dezembro a intenção de restabelecer os laços diplomáticos entre os dois países, em uma das decisões mais importantes em política externa da Administração de Barack Obama.

Na quarta-feira passada, os dois governos informaram que reabrirão suas respectivas embaixadas em 20 de julho.