JBS tem lucro líquido de R$ 1,092 bilhão no 1º trimestre, alta de 115,7%

O Ebitda da empresa (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) cresceu 14,4% em um ano, para R$ 3,191 bilhões

São Paulo — A JBS apurou lucro líquido de R$ 1,092 bilhão no primeiro trimestre de 2019, um crescimento de 115,7% frente aos R$ 506,5 milhões registrado no mesmo período de 2018. Em relação ao quarto trimestre do ano passado, o avanço foi de 94%.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) cresceu 14,4% em um ano, para R$ 3,191 bilhões. O valor já inclui os efeitos da norma IFRS 16, informa a JBS. Na comparação com os três últimos meses do ano passado, o indicador caiu 5,9%.

A receita líquida da JBS entre janeiro e março somou R$ 44,37 bilhões, avanço de 11,5% na comparação anual, e queda de 6,2% na trimestral.

O resultado financeiro líquido da processadora de alimentos no primeiro trimestre foi negativo em R$ 1,326 bilhão, número 19,7% pior que o do mesmo período de 2018. A dívida líquida da companhia chegou a R$ 48,733 bilhões ao final de março, crescimento de 7,1% em 12 meses. Em dólar, a dívida caiu 8,6% na mesma base de comparação, para US$ 12,506. Assim, o nível de alavancagem da JBS, medido pela relação dívida líquida/Ebitda, caiu de 3,24 vezes para 3,20 vezes, em reais, e de 3,13 vezes para 3,10 vezes, em dólar.