JBS assume operação da Doux no Brasil

Companhia não assumirá, no entanto, nenhuma pendência financeira da empresa francesa

São Paulo – A JBS anunciou, nesta sexta-feira, que fechou acordo com a Doux Frangosul e passará a operar as plantas da companhia francesa no Brasil.

De acordo com comunicado divulgado pela JBS,  a companhia não assumirá nenhuma pendência, encargo, constrição, penhora e impedimentos de qualquer outra natureza. “Trata-se de um contrato de locação de ativos, pelos quais a JBS fará sua operação”, disse a empresa, em nota.

Além das plantas, a JBS terá direito a todos os funcionários da Doux e dará continuidade aos contratos com integrados e terceiros. A operação vai elevar em mais de 15% a capacidade de produção da JBS no mundo, que passará a ser de 9 milhões de aves por dia.

Segundo a companhia, o aluguel dos ativos da Doux fará com que a JBS some mais de 60.000 colaboradores no país e garanta a permanência de 1.500 produtores integrados que fazem parte da cadeia de produção.

Para administrar os ativos, a JBS vai criar uma nova divisão de negócios dentro do grupo: JBS Aves Brasil. A unidade será presidida por James Cleary, executivo com vasta experiência no setor de carnes no Brasil.