Jaguar se alia a Waymo para entrar no mercado de carros 100% autônomos

Tecnologia será empregada em novo modelo de carro elétrico destinado a futuro serviço de táxis sem condutores

A fabricante de automóveis britânica Jaguar vai se associar à Waymo, filial da Google, para desenvolver uma versão completamente autônoma do I-Pace, seu novo modelo de carro elétrico de luxo, destinado ao futuro serviço de táxis sem condutor da tecnológica.

O anúncio foi feito após um acidente mortal envolvendo um veículo da Uber – grande concorrente da Waymo no setor – resgatar as preocupações sobre esta tecnologia, considerada por muitos o futuro do transporte. Devido ao acidente, a Uber teve que suspender todos os seus testes em vias públicas.

Segundo um comunicado da Jaguar Land Rover publicado nesta terça-feira, Jaguar e Waymo “desenvolverão conjuntamente o primeiro veículo elétrico autônomo de luxo para o serviço de transporte sem condutor da Waymo.

A fabricante de automóveis tinha apresentado, no começo deste mês, o I-PACE, um modelo completamente elétrico que já está disponível no Reino Unido a partir de 71.300 euros (88.425 dólares). O carro tem algumas capacidades de direção autônoma, como os modelos da americana Tesla.

Mas, com essa associação, o modelo será completamente autônomo, graças à tecnologia da Waymo.

“O novo modelo autônomo Jaguar I-Pace combina o design inovador típico da Jaguar com a revolucionária tecnologia de condução autônoma da Waymo”, disse a Alphabet, empresa matriz da Google.

O I-PACE autônomo “começará a ser testado em nossa frota neste ano” para depois fazer um lançamento mais amplo, indicou a Waymo, empresa que almeja lançar um serviço de táxis autônomos neste ano.

“Serão construídos até 20.000 I-PACE nos dois primeiros anos de produção e logo estarão disponíveis para os clientes o serviço sem motorista da Waymo, realizando potencialmente 1 milhão de trajetos por dia”, acrescentou Jaguar Land Rover.