Já dá para pagar no drive thru do McDonald’s com Sem Parar

As antenas de leitura do adesivo da companhia estarão em 100 unidades na Grande São Paulo até o fim do ano

São Paulo – Para reduzir tempo de espera e estar cada vez mais presente do cotidiano de seus clientes, o Sem Parar firmou uma parceria com o McDonald’s para agilizar o pagamento no drive thru. O serviço já está funcionando em dois restaurantes.

As antenas de leitura do adesivo da companhia estarão em 100 unidades na Grande São Paulo até o fim do ano e há uma expansão prevista para o resto do Brasil no ano que vem.

“Buscamos o McDonald’s para a parceria porque a rede de fast food tem uma marca líder e icônica, além de ser a mais forte em drive thru do Brasil”, afirma Fernando Yunes, presidente do Sem Parar.

O projeto piloto rodou por alguns meses em uma unidade de Alphaville. Durante o período de testes, a empresa observou melhora no tempo de espera das filas. Além disso, percebeu que precisava de uma comunicação mais efetiva no local, para chamar atenção para o serviço.

Segundo o Mcdonalds, o atendimento de quem utiliza Sem Parar tende a ser um pouco mais ágil. “Mas o principal objetivo da parceria é entregar comodidade e conforto ao consumidor, apresentando a ele mais uma opção no momento do pagamento”, afirmou Paulo Camargo, Presidente da Divisão Brasil da Arcos Dorados.

Veja também

A iniciativa faz parte da estratégia do Sem Parar para ir além do pedágio. Depois de atingir 99% das vias pedagiadas do país, que cobrem 20 mil quilômetros de estradas, a companhia precisou desenvolver novas estratégias de crescimento.

Uma delas é a expansão para estacionamentos. Ainda que essa divisão já exista há muitos anos, foi só recentemente que deslanchou. Com 400 estacionamentos cadastrados no começo do ano, a empresa já tem 800 e fechará o ano com mais de mil locais. Para isso, firmou parcerias com grandes redes de estacionamento, como a Estapar e, mais recentemente, Multipark e Maxipark.

Em seguida, conquistou postos de combustíveis da Shel e da BR Distribuidora. Mais de 700 postos das duas marcas já aceitam pagamento por meio do Sem Parar.

“Mais que facilitar a vida nas estradas, queremos ter uma oferta urbana diferenciada e acompanhar a jornada do passageiro”, afirma o presidente. Além disso, como o adesivo grudado na janela, chamado de tag, identifica o passageiro, a solução também pode ser usada em catracas de escolas, empresas e academias.

Cada vez mais, a companhia caminha para se tornar um meio de pagamento sem contato. “Pagar pelo celular é legal, mas você ainda precisa pegar o aparelho, desbloquear e abrir o aplicativo. Já pelo Sem Parar, o pagamento é quase por voz: é só dizer ao lojista a sua opção”, brinca Yunes.

O novo modelo de negócios é diferente do que a empresa fazia até então. Nos pedágios de estradas, a companhia não cobra nenhum percentual sobre o pagamento e ganha apenas com a assinatura do cliente. Já em postos de gasolina, drive thru e estacionamentos, a empresa cobra uma taxa do lojista, da mesma forma que nos pagamentos por cartão nas maquininhas.