Ipiranga aposta em padarias dentro das redes am/pm

Segundo diretor superintendente, Leocádio Antunes Filho, a investida no varejo veio para ficar

São Paulo – Depois das lojinhas de conveniência dentro dos postos terem se tornado comuns nas cidades brasileiras, a Ipiranga prioriza agora os estabelecimentos com padaria. Responsável por administrar o sistema de franquias da am/pm, a empresa já conta com 80 unidades nesse formato espalhadas pelo país. 

De olho na expansão dessas lojas, a Ipiranga estuda como diminuir a metragem necessária para instalar o espaço dedicado à oferta de pãezinhos. “A versão compacta vai nos permitir acelerar essa expansão”, disse Leocádio Antunes Filho, diretor superintendente da empresa.

Apesar de responderem por cerca de 2% da receita do grupo, as lojas de conveniência são vistas como estratégicas para a Ipiranga. Segundo Leocádio, 22% dos postos da rede localizados nas cidades possuem os estabelecimentos. Essas mesmas lojas respondem por 30% das vendas do grupo, considerado apenas o universo urbano. 

A diferença entre os percentuais mostra, na visão do executivo, a importância da investida no varejo. São também nas lojas de conveniência que a Ipiranga vende produtos de marca própria, como bebidas e salgadinhos. 

A Ipiranga foi escolhida a melhor empresa de atacado pela edição Melhores e Maiores da revista EXAME. Em 2011, a companhia faturou 23 bilhões de dólares, lucrando 297,5 milhões no mesmo período.