Intel anuncia compra de startup de educação Kno

Segundo o TechCrunch, a empresa estaria criando tablets educacionais, para bater de frente com Apple e Google

São Paulo – A Intel anunciou nesta última sexta-feira a aquisição da startup Kno, por valores não divulgados. Especializada no desenvolvimento de software educativos, a empresa fundada em 2009 é famosa no ramo por seus livros interativos para tablets e outros dispositivos móveis

Revelada primeiro pelo TechCrunch, a compra foi confirmada depois pelo vice-presidente da Intel John Gavin em um post no blog da companhia. A ideia, segundo ele, é ampliar o relatiovamente novo segmento de educação da empresa – e a aquisição da Kno colabora bastante com isso, fazendo a própria biblioteca de conteúdo digital chegar a mais de 225 mil títulos.

“E mais ainda”, diz Gavin no texto, “a plataforma Kno dá a administradores e professores as ferramentas que precisam para assimilar, gerenciar e monitorar o conteúdo educativo”. Segundo o VP, ambas as empresas devem combinar “conhecimento e conteúdo” para, juntas, ajudarem professores a criar “experiências de aprendizado personalizadas” que levem os estudantes rumo ao sucesso.

São muitas propostas, mas o que estaria a Intel de fato planejando? Segundo o TechCrunch, a empresa estaria criando tablets educacionais, para bater de frente com Apple e Google – com seus iPads e Chromebooks – no ambiente da sala de aula. Os motivos, nota o site, são os mesmos que levaram a Amazon a comprar a startup de educação TenMarks em outubro, e podem também fazer a cabeça da Microsoft, por exemplo.

E outro detalhe: a Kno passou a focar em software em 2011, tendo começado suas atividades na parte de hardware – inclusive desenvolvendo um tablet para fins educacionais, que não foi para frente, mas recebeu um investimento da própria Intel. A compra, então, pode tornar a startup a base, em termos de software, para novos hardware da gigante – algo como o sistema operacional dos novos tablets.