Infraero permite instalação de máquinas de alimentos em aeroportos

Cento e quarenta e três pontos de vendas serão instalados nos saguões e nas salas de embarque e desembarque em 12 aeroportos do país

Brasília – Cento e quarenta e três pontos de vendas de alimentos e bebidas serão instalados nos saguões e nas salas de embarque e desembarque domésticos e internacionais em 12 aeroportos do país – as cidades escolhidas serão sede da Copa do Mundo e das Olimpíadas. Os terminais de Congonhas (SP), Santos Dumont (RJ) e Pampulha (MG) também receberão os equipamentos. A estimativa é que os pontos de venda entrem em funcionamento ainda este ano para atender a demanda da alta temporada, de acordo com contratos assinados hoje (11) pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

As máquinas foram distribuídas em oito lotes, arrematados pelas vencedoras num pregão eletrônico realizado em agosto deste ano. Os contratos foram assinados pelo diretor comercial da Infraero, Geraldo Moreira, e pelos representantes das empresas.

Além dos espaços para instalação das máquinas, o contrato prevê a concessão de 15 locais – um para cada terminal de passageiros – destinados ao depósito de alimentos e bebidas.

As máquinas oferecerão bebidas não alcoólicas, como refrigerantes, sucos e água, lanches como salgadinhos e sanduíches, e opções de café e chás. O contrato prevê que todas as máquinas deverão ter duas opções para pagamento.

Segundo Geraldo Moreira, a instalação das máquinas vai diversificar a oferta de produtos e serviços na área de alimentação nos aeroportos da Infraero. Para Isidro Telo, representante da T&T, umas das empresas vencedoras do pregão, as máquinas serão mais uma opção para passageiros e usuários.

Os aeroportos que receberão as máquinas de venda ficam nas cidades de Recife (PE), Fortaleza (CE), Guarulhos (SP), Viracopos (SP), Confins (MG), Brasília (DF), Cuiabá (MT), Manaus (AM), Salvador (BA), Galeão (RJ), Porto Alegre (RS) e Curitiba (PR).