Incorporadoras lançam entidade e querem mais desoneração

Abrainc quer ser o canal das empresas para lidar com os principais entraves do setor, como burocracia e elevada carga tributária

São Paulo – Grandes incorporadoras do país lançaram nesta terça-feira uma nova entidade para representar o setor, por meio da qual pretendem pedir mais desoneração tributária sobre a construção civil.

A Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) quer ser o canal das empresas para lidar com os principais entraves do setor, como burocracia e elevada carga tributária, disse o presidente da entidade, Rubens Menin, que também preside a MRV Engenharia.

Nesse sentido, conversas com o governo federal já estão em andamento, com as incorporadoras se sentindo prejudicadas em relação a outros setores da economia.

“Nossa carga tributária é a maior do país”, disse Menin.

Segundo ele, a desoneração sobre a folha de pagamento anunciada recentemente pelo governo federal não ajuda o setor. Isso porque as incorporadoras são grandes usuárias de mão de obra terceirizada, que não é beneficiada pela medida.

A Abrainc prepara um estudo para entregar ao governo que mostra que as 12 maiores incorporadoras do país pagaram em impostos em 2012 valores maiores do que o que tiveram de lucros.

“Nossa indústria está sendo bastante sacrificada”, disse Menin.

A Abrainc reúne Brookfield, Cyrela, Direcional, Even, Eztec, Gafisa, JHSF, MRV, PDG Realty, Rodobens, Rossi Residencial e Tecnisa, entre outras incorporadoras.