Império de Jamie Oliver entra em falência e ameaça mais de mil empregos

Total de 25 restaurantes do chef inglês será afetado; maioria dos estabelecimentos envolvidos pertencem à cadeia italiana de Jamie

O chef inglês Jamie Oliver, famoso por seus programas de televisão e livros de receitas, anunciou a falência de seus restaurantes nesta terça-feira, o que ameaça cerca de 1.300 empregos.

A maioria dos estabelecimentos envolvidos pertencem à cadeia italiana de Jamie, que o chef britânico lançou em 2008.

Segundo a BBC, um total de 25 restaurantes desse jovem chef transformado em superstar e empresário será afetado.

“Estou muito triste com o que está acontecendo e gostaria de agradecer aos nossos funcionários e fornecedores que há mais de dez anos se dedicam de corpo e alma a essa atividade”, disse Oliver em um comunicado.

A mídia britânica alegou que seus restaurantes foram colocados sob administração judicial pelo gabinete da KPMG, que agora irá procurar um ou vários compradores para toda ou parte da atividade.

Se ninguém aceitar o negócio, os estabelecimentos serão fechados.

Este anúncio abala a opinião pública no Reino Unido, onde Jamie Oliver é uma personalidade bastante conhecida por ter publicado inúmeros livros de culinária e aparecido em inúmeros programas de televisão.

No início de 2017, o chef já havia anunciado o fechamento de seis estabelecimentos da cadeia italiana de Jamie no Reino Unido.

Ele acusou o Brexit de ter causado um aumento dos preços — devido à desvalorização da libra esterlina desde o referendo de junho de 2016 – dos ingredientes usados para preparar seus pratos italianos.