IMC rejeita proposta de fusão da Sapore

No documento, a IMC afirma que o conselho discutiu os termos da proposta, que previa incorporação de ações da Sapore pela IMC

São Paulo – A International Meal Company (IMC) informou nesta quarta-feira que seu conselho de administração rejeitou a análise de uma proposta de fusão feita pela Sapore.

No documento, a IMC afirma que o conselho discutiu os termos da proposta, que previa incorporação de ações da Sapore pela IMC. O colegiado concluiu que, embora itens da proposta pudessem ser “meritórios”, não é possível se manifestar da forma pedida pela ofertante.

“No entendimento do conselho de administração, tratando-se de operação de incorporação e não tendo existido prévia discussão visando à celebração de um protocolo, não é possível avaliar a adequação dos termos da proposta -que não atribui qualquer prêmio para a companhia – nem realizar a análise adequada das informações”, diz trecho do documento.

“Diante disso, o conselho deliberou por não dar seguimento à análise da proposta como formulada, sem prejuízo de a diretoria analisar no futuro as informações que a proponente venha a fornecer sobre os negócios da Sapore”, conclui a IMC, dona de redes de alimentação, incluindo as marcas Frango Assado e Viena.