IdeiasNet prepara novo ciclo de investimentos como gestora

A empresa também planeja montar um fundo com capital entre US$ 100 milhões e US$ 150 milhões

São Paulo – A IdeiasNet, que tem entre seus acionistas a EBX Investimentos e o Grupo BTG Pactual, prepara um novo ciclo de investimentos como gestora de fundos de empresas e planeja montar um fundo com capital entre US$ 100 milhões e US$ 150 milhões.

“Hoje, 100 por cento dos investimentos são feitos com capital da própria IdeiasNet”, disse Everson Lopes, diretor de operações, em entrevista por telefone hoje de São Paulo. “Agora podemos convidar outros investidores qualificados. Isso aumenta a capacidade de investimento da empresa.”

A IdeiasNet vinha atuando como holding de participações e investia diretamente nas companhias. O modelo aprovado ontem pelos acionistas permite que a companhia administre fundos e carteiras de investimento ligados ao setor de tecnologia.

A companhia já tem um fundo, com 10 das 13 empresas de seu portfólio. O próximo passo é lançar o novo fundo de até US$ 150 milhões entre o segundo semestre de 2013 e o primeiro de 2014, disse Lopes.

Isenção de impostos

“No modelo de fundo, somos remunerados pela gestão do capital, o que abre uma nova linha de receita”, disse o diretor. A empresa também espera se beneficiar da isenção tributária para fazer novos investimentos. “Como os investimentos estarão abaixo de um fundo, podemos reinvestir sem pagar impostos.”

A holding IdeiasNet deve permanecer com capital aberto, segundo o executivo. A empresa foi a primeira do setor de tecnologia a ter ações negociadas, em 2000.

“Com o novo modelo, fica mais fácil o mercado entender a companhia e escalar o negócio”, disse Lopes.
A IdeiasNet apresentava alta de 0.6% para R$ 1,81 às 13:13 em São Paulo. Os papéis acumulam queda de 32 por cento nos últimos doze meses.