Ibama multa Hydro Alunorte em R$20 mi e embarga instalações no PA

Mais cedo, o Tribunal de Justiça do Pará havia determinado que refinaria de alumina da Hydro Alunorte reduza em 50% sua produção

Rio de Janeiro – O órgão ambiental federal no Brasil (Ibama) multou a refinaria de alumina da Hydro Alunorte, do grupo norueguês Norsk Hydro, no Pará, e embargou depósito de rejeitos e tubulação de drenagem da empresa nesta quarta-feira, informou em nota à imprensa.

“Foram aplicados dois autos de infração contra a Hydro Alunorte: 10 milhões de reais por realizar atividade potencialmente poluidora sem licença válida da autoridade ambiental competente e 10 milhões de reais por operar tubulação de drenagem também se licença”, diz a nota do Ibama.

Mais cedo, o Tribunal de Justiça do Pará havia determinado que refinaria de alumina da Hydro Alunorte reduza em 50 por cento sua produção, a fim de evitar tragédia ambiental que coloque em risco a vida das comunidades.

A decisão judicial foi tomada após o Ministério Público do Pará, embasado no resultado da vistoria técnica feita em 18 de fevereiro, apontar diversas irregularidades na empresa e dano ambiental, após rejeitos de beneficiamento de bauxita da empresa terem vazado.