HP corta pelo menos 850 empregos na Alemanha

A instalação alemã emprega 1.100 pessoas, mas a HP disse que 250 funcionários "terão a oportunidade de serem transferidos para parceiros da HP ou clientes"

San Francisco – A gigante norte-americana da informática Hewlett-Packard disse nesta sexta-feira que está fechando sua operação de software empresariais em Ruesselsheim, Alemanha, cortando pelo menos 850 empregos.

A instalação alemã emprega 1.100 pessoas, mas a HP disse que 250 funcionários “terão a oportunidade de serem transferidos para parceiros da HP ou clientes”.

A empresa californiana, a maior fabricante de computadores pessoais, disse que os 850 cargos serão eliminados “devido a ganhos de eficiência, terceirização de parceiros locais e consolidação com outros centros globais de serviços da HP”.

A companhia informou que submeteu o plano ao Conselho de Supervisão Alemão e espera fechar o local no fim de outubro.

No ano passado, a Hewlett-Packard afirmou que um grande programa de reestrturação eliminaria 29 mil cargos em todo o mundo.

Os cortes são parte de um esforço da presidente e diretora executiva Meg Whitman em meio a uma debandada dos consumidores dos tradicionais PCs.