Herdeiros invadem lista de bilionários brasileiros do ano

Dos 27 novos nomes da lista, 15 são herdeiros de fortunas e 12 empreenderam em cima de um negócio herdado

São Paulo – Enquanto Silvio Santos, Eike Batista e outros quatro nomes saíram da lista de bilionários brasileiros da Forbes de 2014, outros 27 novos entraram. Desses, 15 são herdeiros de fortunas e 12 empreenderam em cima de um negócio herdado.

Além dos seis nomes excluídos por queda de fortuna, que acabaram somando menos de um bilhão de dólares, outros dois nomes que apareciam em 2013 ficaram de fora: Roberto Civita, do Grupo Abril, e Dirce Camargo, do grupo Camargo Correa.

Ambos morreram no ano passado. Seus herdeiros acabaram entrando na lista de 2014, bem como novos herdeiros da família Ermirio de Moraes.

O patrimônio do empresário Antonio Ermirio foi desmembrado entre ele e outros três integrantes da família – motivo pelo qual ele caiu da 3ª posição entre os mais ricos do país para o 13º lugar.

Rossana, Renata e Regina de Camargo, filhas e herdeiras de Dirce, apareceram na lista com 2,2 bilhões de dólares cada uma. Os três herdeiros do Grupo Abril, Giancarlo, Victor e Roberta, aparecem no ranking da Forbes com 1,05 bilhão de dólares cada.

Herdeiros das famílias Moreira Salles (Unibanco), Villela (Itausa), Marinho (Organizações Globo) também estão no ranking e trabalham para acrescentar valor aos negócios herdados.

As filhas do fundador do Bradesco, Lia e Lina Aguiar, também estão na lista.

Estreantes

Entre os novatos do ranking de bilionários brasileiros, estão neste ano Miguel Krigsner, de O Boticário, César Mata Pires, da OAS, Alexandre Grendene, da Grendene, Carlos Martins, ex-dono da Wizard, e Eggon da Silva, Lilian Werninghaus e Werner Voigt.