Hasbro planeja comprar Power Rangers e outras franquias da Saban

Um acordo entre a Hasbro e a Saban Entertainment, a proprietária da franquia Power Rangers, pode ser anunciado ainda nesta terça-feira, segundo as fontes

(Reuters) – A fabricante de brinquedos Hasbro concordou em adquirir franquias de entretenimento infantil e merchandising, incluindo os personagens do programa de televisão de super-heróis Power Rangers, da Saban Entertainment por cerca de 520 milhões de dólares em dinheiro e ações, disseram fontes com conhecimento do assunto nesta terça-feira.

O acordo ocorre no momento em que a Hasbro, maior fabricante de brinquedos do mundo e dona de franquias como “My Little Pony”, “Monopoly” e “Transformers”, procura recuperar seus prejuízos na esteira da falência da loja de brinquedos norte-americana Toys R Us.

Além de fabricar brinquedos e bonecos de personagens, a Hasbro lucra com tais franquias graças à produção de filmes e séries de TV, o que lhe permite diversificar sua renda para além das vendas no varejo.

Um acordo entre a Hasbro e a Saban Entertainment, a proprietária da franquia Power Rangers, pode ser anunciado ainda nesta terça-feira, segundo as fontes. O acordo ainda inclui franquias como Luna Petunia e Popples, acrescentaram elas.

As fontes pediram para não ser identificadas antes de um anúncio oficial. A Hasbro e a Saban não responderam de imediato a pedidos de comentário.

Lançada como uma série de super-heróis batizada de “Mighty Morphin Power Rangers” em 1993, a franquia foi criada por Haim Saban, proprietário da Saban Entertainment.

A série deu origem a uma linha de bonecos e outros produtos, além de três filmes, entre eles “Power Rangers – O Filme”, de 2017, que rendeu 142 milhões de dólares nas bilheterias de cinema de todo o mundo.

No início deste ano a Hasbro e a Saban firmaram um acordo para a fabricante de brinquedos projetar, produzir e comercializar uma ampla variedade de brinquedos e acessórios inspirados nos Power Rangers.