Grupo Pão de Açúcar renova o Extra após queda na receita

 Um dos desafios da companhia é a deflação alimentar, que reduz os preços dos alimentos e, consequentemente, as receitas do GPA há alguns trimestres

São Paulo – O Grupo Pão de Açúcar vivencia duas realidades distintas. De um lado, a sua bandeira de atacarejo, Assaí, teve alta de 25% nas vendas brutas no trimestre, impulsionando o crescimento do grupo como um todo.

O GPA reportou receita bruta total de 12,3 bilhões de reais, crescimento de 7,6%, e lucro líquido de 226 milhões de reais no primeiro trimestre, crescimento de 7,8% na comparação com o mesmo período do ano passado, apesar da deflação de alimentos.

Do outro lado, está o seu segmento de multivarejo, que engloba as marcas Pão de Açúcar, Extra Hiper e Super. A receita bruta no segmento caiu 3,3% no trimestre. Grande parte dessa queda vem da bandeira Extra, que viu redução de 6% nas vendas brutas no trimestre.

Um dos desafios da companhia foi enfrentar a deflação alimentar, que reduz os preços dos alimentos e, consequentemente, as receitas do GPA há alguns trimestres. Além do impacto da deflação, a bandeira também sofre com fechamento de lojas e conversão para a bandeira Assaí.

As bandeiras Extra Hiper e Super perderam 5 unidades, sendo 4 fechadas para conversão em Assaí no trimestre. Em um ano, foram fechadas 23 unidades Extra Super ou Hiper, seja para conversão ou de forma definitiva.

Para reverter essa tendência, a companhia anunciou que irá se focar em revitalizar a bandeira Extra.

O mix de produtos oferecidos já sofreu ajustes em maio, com mais foco em produtos perecíveis, afirmou Peter Paul Estermann, novo presidente do grupo em teleconferência com analistas sobre os resultados do primeiro trimestre de 2018. Além disso, a bandeira reforçou seu aspecto promocional.

Após os ajustes na política comercial em março, a receita bruta em “mesmas lojas” nos formatos de Extra Hiper cresceu 15,3% no mês. Excluindo o efeito do calendrário, a alta foi de 4,6% – este ano a páscoa foi em março e não em abril, então o aumento das vendas por conta do feriado foi sentido no primeiro trimestre, ao invés de no segundo, como em 2017.

Além disso, o GPA está estudando um novo formato de loja para o Extra. De acordo com Estermann, o projeto piloto para as lojas Extra Super já está em fase final e deverá ser espalhado para a rede no terceiro trimestre. “Temos convicção que vamos promover uma importante virada desse negócio”, disse ele.