Grupo mexicano Lala discutirá aquisição da Vigor em 3 de agosto

A J&F tem buscado fazer caixa desde que os controladores e diretores fizeram uma delação premiada e se comprometeram a pagar uma multa de R$ 10,3 bi

São Paulo – O grupo mexicano de lácteos Lala informou na tarde desta terça-feira, 1, que concluiu as negociações para compra da brasileira Vigor Alimentos, da J&F, e que o assunto será discutido em reunião do conselho nesta quinta-feira, 3. A transação foi adiantada pela Coluna do Broadcast.

Os detalhes da transação e do encontro do Conselho serão anunciados em conferência com investidores na sexta-feira, 4. Fontes disseram que a venda deve ser concretizada por R$ 5,7 bilhões.

De acordo com a Lala, o processo de aquisição da Lala inclui também a fatia que a Vigor tem na Itambé Alimentos.

A Lala destaca que a transação é sujeita a certas condições em comum, incluindo a aprovação dos membros do Conselho da empresa, bem como autorizações de governos e outras questões inerentes ao contrato.

“A Lala pretende obter financiamentos e possíveis capitalizações adicional para estas aquisições”, disse a empresa, em comunicado.

A venda da Vigor é a terceira a ser concretizada pelo J&F. O grupo tem buscado fazer caixa desde que os controladores e diretores fizeram uma delação premiada, no âmbito da operação Lava Jato e se comprometeram a pagar uma multa de R$ 10,3 bilhões, em 25 anos.

O grupo já vendeu as operações de carne na América do Sul por US$ 300 milhões para o frigorífico Minerva. A Alpargatas também foi negociada por R$ 3,5 bilhões para a Cambuhy Investimentos, a Itaúsa e o fundo Brasil Warrant.

Há outros ativos sendo negociados, como a Eldorado Celulose e a fabricante de produtos de higiene e limpeza Flora.