GranBio compra 25% de companhia americana

Operação não teve detalhes financeiros revelados

São Paulo – A GranBio, que pertence à família Gradin, deve anunciou, nesta terça-feira, a compra de 25% da americana American Process Inc. (API).

A API detém tecnologias voltadas para a produção de bioquímicos e biocombustíveis. Com a aquisição, a GranBio cria uma cesta tecnológica de pré-tratamento de biomassa que torna possível, com custos reduzidos, desenvolver açúcar de celulose como matéria-prima para a conversão de uma grande variedade de produtos bioquímicos e biocombustíveis.

Para Bernardo Gradin, o investimento na API marca a entrada da GranBio no mercado norte-americano de energia limpa. “Esse é um movimento estratégico de nossa parte”, afirmou o executivo, em nota.

Segundo ele, API permite a produção de açúcar de celulose de baixo custo, que também atende as rigorosas especificações exigidas para a fabricação de bioquímicos. “Com essa plataforma, seremos capazes de expandir as atividades da GranBio para outros produtos, além do etanol celulósico”, disse o empresário.

A GranBio foi fundada em 2011, com a visão de se destacar como pioneira industrial em biocombustíveis e bioquímicos. Como empresa de biotecnologia,  é focada no desenvolvimento de tecnologias proprietárias e alianças estratégica para serem escaladas industrialmente no Brasil.

Os detalhes financeiros da operação não foram divulgados.

*Matéria atualizada às 9h15