GPA vende Via Varejo para grupo liderado por família Klein, dizem fontes

A companhia afirmou que a participação foi vendida ao preço de 4,90 reais por ação, confirmando informações de operadores

São Paulo – O veterano do varejo brasileiro Michael Klein e sua família compraram o controle da Via Varejo, investindo menos do que o inicialmente esperado, afirmaram três fontes com conhecimento do assunto nesta sexta-feira (14).

O GPA vendeu sua participação de 36 por cento na Via Varejo em um leilão na B3 realizado mais cedo para um grupo de fundos e para veículos de investimento controlados pela família Klein.

Duas das fontes afirmaram que Klein comprou uma participação com valor menor que os 500 milhões de reais inicialmente esperados. Uma vez que a família já detém 25,4 por cento da Via Varejo, dona das bandeiras Casas Bahia e Ponto Frio, Klein se tornou o maior acionista da empresa, com uma participação próxima de 30 por cento, disseram as fontes.

Procurado, o Grupo CB, que representa a família Klein, não se manifestou sobre o assunto. GPA e Via Varejo não identificaram os compradores da participação.

Veja também

O restante da participação vendida pelo GPA foi comprada por um grupo não identificado de fundos mútuos assessorados pela XP Investimentos. O GPA afirmou em comunicado ao mercado que o leilão totalizou 2,3 bilhões de reais e que as ações foram vendidas a 4,90 reais o papel.

A operação encerra dois anos de tentativas de venda da participação pelo GPA, que é controlado pelo grupo varejista francês Casino.

As ações da Via Varejo fecharam em queda de 1,4 por cento nesta sexta-feira, cotadas a 4,97 reais.

Klein é acionista relevante da Via Varejo desde que vendeu a rede Casas Bahia, fundada por seu pai na década de 1950, para o GPA em 2009. Ele deve indicar Roberto Fulcherberger como presidente-executivo da Via Varejo e Marcel Cecci como vice-presidente-financeiro, disseram as fontes.