GP Investimentos assume controle da Cemar

O controle da Companhia Energética do Maranhão (Cemar) passou, nesta sexta-feira (30/4), oficialmente para a SVM Participações e Empreendimentos Ltda, companhia controlada por fundos da GP Investimentos. A SVM comprou todas as ações ordinárias da empresa de energia que pertenciam à americana Pensylvania Power & Light Global (PPL) e, com isso, passou a deter 65% do capital total e votante da empresa.

Na proposta de reestruturação financeira, a SVM aumentou o capital da Cemar em 155 milhões de reais, em conjunto com a Eletrobrás – que passou a deter cerca de 35% do capital total e votante. Como resultado, o patrimônio líquido da Cemar saiu do negativo (-146 milhões de reais) e ficou positivo, e a dívida total da empresa passou de 826 milhões de reais para 465 milhões, a serem amortizados em até 20 anos.

A nova diretoria da Cemar será eleita em reunião assim que ocorrer a revogação da intervenção da Agência Nacional de Energia Elétrica, iniciada há um ano e meio. Desde setembro de 2002, a situação financeira da companhia resumia-se a pagamentos suspensos, patrimônio líquido negativo, interrupção de investimentos, entre outros problemas.

A Cemar fornece energia a 1,1 milhão de clientes e, em 2003, vendeu 2,5 milhões de mWh e obteve receita líquida total de 400 milhões de reais. O grupo GP, formado pelos acionistas que venderam sua participação na Ambev Marcel Telles, Jorge Paulo Lemann e Carlos Alberto Sicupira já investe em outras concessionárias privatizadas, como a Telemar, a Ferrovia Centro-Atlântica e a ALL – América Latina Logística.