Goldman Sachs é multado em US$ 1,8 milhões nos EUA

Goldman Sachs Execution & Clearing LP foi multada por autoridade regulatória

Nova York – A unidade de execução e compensação do Goldman Sachs Group foi multada em US$ 1,8 milhão por violações na transmissão de dados que se prolongaram durante mais de oito anos, afirmou a Autoridade Regulatória da Indústria Financeira (Finra, na sigla em inglês) nesta segunda-feira.

Segundo a Finra, a Goldman Sachs Execution & Clearing LP deixou de transmitir “um número substancial” de eventos relacionados a ordens para o sistema que monitora e audita essas operações durante “cerca de sete anos”.

De acordo com o órgão regulador, a unidade do Goldman enviou dados imprecisos sobre uma grande quantidade de eventos relacionados a esses eventos por mais de oito anos.

A companhia também enviou relatórios que não informavam durante um período de três meses a hora exata das operações, segundo a Finra.

De acordo com o órgão, o Goldman Sachs não tinha os controles adequados em vigor para evitar as violações às regulações dos Estados Unidos.

Uma porta-voz do Goldman disse que a empresa estava feliz em ter concluído o assunto e que o próprio grupo reportou muitos dos problemas para a Finra, adotando voluntariamente medidas para lidar com os problemas e colaborando na investigação.