GOL nega que esteja negociando com a Qatar Airways

Em nota, empresa lembrou parcerias firmadas com a companhia aérea do Oriente Médio, mas negou conversas sobre possível venda

São Paulo – Nesta segunda, a GOL negou estar em negociação com a Qatar Airways para venda de suas operações. A informação havia sido veiculada na edição desta semana de Veja. 

Na coluna Radar, a revista afirmou que os executivos da companhia árabe teriam se reunido com a diretoria da GOL na semana passada e que teriam manifestado interesse por um modelo de associação nos moldes do acertado entre a brasileira TAM e a chilena LAN.

Procurada por EXAME.com, a GOL afirmou que a informação não procede. Em nota, a empresa lembrou que mantém um acordo de compartilhamento de voos (code-share) com a Qatar desde janeiro do ano passado, permitindo o acesso a 48 destinos brasileiros a partir de São Paulo.

No fim de junho, os participantes do programa de milhagem Smiles, da GOL, e Privilege Club, da Qatar Airways, passaram a acumular pontos em todos os voos operados pelas duas companhias.