GOL encerra 1º trimestre com frota de 140 aeronaves

Do total, operava em suas rotas 136 aeronaves

São Paulo – A GOL encerrou o primeiro trimestre com uma frota de 140 aeronaves de Boeings 737-NG, das quais operava em suas rotas 136 aeronaves.

O número corresponde a uma redução de uma aeronave em relação à frota total do encerramento de 2014. Entre janeiro e março, a companhia recebeu uma aeronave B737 NG em regime de leasing operacional e devolveu dois aviões.

Conforme explicou a companhia, das quatro aeronaves não-operacionais, três estavam em processo de devolução junto aos seus lessores e uma foi enviada via sub-leasing para uma companhia aérea europeia, num movimento que a companhia tem realizado anualmente no período de baixa temporada para reduzir seus custos.

Ao final de março, a empresa possuía 95 aeronaves em regime de leasing operacional e 45 sob leasing financeiro. Dessas, um total de 40 tinham opção de compra ao final do contrato. A idade média da frota total era de 7,5 anos ao final do trimestre.

Chamou a atenção o fato de que finalmente a companhia retirou de sua frota as 3 aeronaves modelo 737-300 Classic que mantinha sem operar e tentava vender ou devolver aos lessores.

A GOL possui com a Boeing 129 pedidos firmes para aquisição de aeronaves e renovação da frota até 2026. A companhia sinaliza que pretende encerrar o ano com a frota de 140 e prevê uma redução para 2016, para 139 aeronaves.