GM dará férias a 1.700 operários para reduzir produção

A empresa concederá 15 dias de férias remuneradas aos operários para reduzir a produção de sua fábrica em São José dos Campos

São Paulo – A General Motors concederá 15 dias de férias remuneradas a 1.700 operários de sua fábrica na cidade de São José dos Campos, em São Paulo, para reduzir a produção.

O período de licença será entre os próximos dias 15 e 30 de junho e afetará especificamente à linha de montagem do modelo Chevrolet S10, informou o sindicato de metalúrgicos da cidade.

Várias montadoras de automóveis concederam férias forçadas a seus trabalhadores para ajustar sua produção à queda nas vendas e algumas, como o caso de Mercedes, realizaram demissões.

No início de maio, a General Motors deu uma licença remunerada por tempo indeterminado a 467 empregados de sua fábrica da cidade de São Caetano do Sul e a Volkswagen fez o mesmo com 8.000 dos 13.000 operários de sua planta na vizinha São Bernardo do Campo.

A produção de veículos caiu 17,5% entre janeiro e abril, com relação ao mesmo período do ano passado e as vendas se reduziram 19,2% no quadrimestre, segundo dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

A Anfavea calcula que os fabricantes brasileiros reduziram sua força de trabalho em 9,5% neste ano, desde os cerca de 144.200 operários que tinham em dezembro até os 139.600 contabilizados em abril para ajustar-se à queda na demanda

O corte é ainda mais significativo em comparação com os 154.200 empregados que as montadoras de veículos tinham em abril do ano passado.