Gerente do Starbucks grita com cliente por causa de canudo

Gerente ameaçou chamar a polícia e se recusou a atender a consumidora, que registrou tudo em um vídeo

São Paulo – Uma gerente da Starbucks teve um acesso de raiva por conta de um canudo. Uma consumidora, Ruby Chen, afirmou que a funcionária começou a gritar com ela por conta de um desentendimento acerca do canudo comestível de biscoito.

Ela relatou a experiência no YouTube e o vídeo já tem mais de 900.000 visualizações. 

No dia 12 de maio, em uma unidade da cafeteria em Nova York, Ruby Chen chegou para tomar um frapuccino. Ela também pediu um canudo especial, de biscoito.

Quando outra funcionária lhe perguntou seu nome para escrever no copo, a consumidora não ouviu, pois estava tentando abrir o aplicativo da Starbucks em seu celular.

A gerente, Melissa, chamou sua atenção. Foi quando Ruby respondeu que não tinha ouvido, mas você não precisa gritar.

Foi quando a tensão aumentou. Como a consumidora já estava com o canudo comestível na mão, Melissa afirmou que ela queria leva-lo sem pagar – o produto custa 99 centavos de dólar.

Ela disse, então, para devolver o canudo e sair, ameaçando chamar a polícia. Você não será servida nessa loja. Adeus!

A Starbucks logo respondeu: Senhorita Chen, essa experiência não é um reflexo do serviço que nossos parceiros entregam aos nossos clientes todos os dias. Alguém da equipe de líderes entrará em contato em breve para desculpar e resolver a situação.

A rede informou que a funcionária foi demitida depois do incidente.