Gerdau encerra busca por parceiro em mineração

Segundo comunicado enviado pela empresa, propostas não atenderam às expectativas da empresa

São Paulo – A Gerdau encerrou o processo de busca por um parceiro estratégico para seu projeto integrado de mineração. Conforme fato relevante entregue nesta quinta-feira à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), as propostas não atenderam às expectativas da empresa, que havia apresentado projeto a potenciais investidores com recursos de aproximadamente 2,9 bilhões de toneladas de minério de ferro. Porém, foi descoberto volume superior de recursos minerais em função da continuidade de prospecção e estudos, e atualmente a estimativa é de 6,3 bilhões de toneladas, com teor de ferro superior a 40%.

A Gerdau informa que mantém seu compromisso com o projeto de mineração e dá continuidade aos seus investimentos, com a meta de atingir 11,5 milhões de toneladas de capacidade instalada anual em 2013. O objetivo é alcançar a autossuficiência e comercializar excedentes.

O investimento previsto é de R$ 838 milhões, com um adicional posteriormente de R$ 500 milhões, com o qual a Gerdau pretende alcançar em 2016 capacidade de 18 milhões

de toneladas por ano. O portfólio contará com concentrados, sinter feed e granulados, segundo o comunicado. Também nessa fase serão investidos mais R$ 500 milhões na implantação de um terminal ferroviário em Miguel Burnier (MG) para escoar o minério de ferro produzido. “O terminal ferroviário comportará as futuras expansões e os volumes adicionais de produção de minério da Gerdau”, diz a nota.

Também a Gerdau quer chegar a um volume de produção de minério de ferro superior a 24 milhões de toneladas por ano, por meio de uma unidade de processamento de itabiritos friáveis, com entrada em operação estimada para 2020.

Sobre o terminal portuário próprio no Porto de Itaguaí (RJ), a Gerdau afirma que “continua a desenvolver alternativas estratégicas que garantam a sustentabilidade e a rentabilidade do projeto.”