GE estuda leasing de helicópteros diante da alta dos jatos

A decisão de diversificar ocorre em meio a uma crescente concorrência no mercado pelo financiamento de aviões comerciais

Cingapura – A divisão de leasing de aeronaves da General Electric Co., a maior do mundo, pode somar helicópteros à sua carteira de ativos de aluguel em meio a uma crescente concorrência no mercado pelo financiamento de aviões comerciais.

“Trabalhamos com turboélices, jatos regionais, aviões de carga”, disse Norm Liu, CEO da unidade, em entrevista, ontem, antes do Singapore Airshow. “Nós temos que olhar para as novas opções: estamos olhando para os helicópteros”.

Um potencial movimento em direção aos helicópteros, que são amplamente usados na indústria de petróleo e gás, pode ser interessante para a GE Capital Aviation Services em um momento em que dinheiro novo vindo, por exemplo, de investidores em ações privadas, flui para a leasing de aeronaves, disse Liu.

Nenhuma decisão final a respeito da leasing de helicópteros foi tomada, disse ele.

A Gecas, como a divisão de leasing é conhecida, tem uma frota de mais de 1.620 aeronaves próprias e administradas. A empresa focou em companhias aéreas comerciais, jatos regionais e jatos executivos antes de se expandir, há cerca de três anos, para a leasing de aeronaves turboélices.

A leasing de helicópteros pode fazer sentido com contratos de aluguéis de cinco a sete anos, disse Liu. Ele disse que a GE, com sede em Fairfield, Connecticut, também se beneficiaria porque seus motores são usados em modelos de três das quatro das principais fabricantes de helicópteros comerciais: na Sikorsky, da United Technologies Corp., na AgustaWestland, da Finmeccanica SpA e na Bell, da Textron Inc. A Super Puma, da Airbus Group NV, também fabrica helicópteros usados na exploração de petróleo e gás.


Expansão da leasing

Entre os recentes estreantes no ramo de leasing de aeronaves está a Avolon, com sede em Dublin, que foi formada em maio de 2010 e tem entre seus proprietários a Cinven Ltd. e a Government of Singapore Investment Corp. Em 2012, a Sumitomo Mitsui Financial Group Inc. concluiu a aquisição, por US$ 1,2 bilhão, da unidade de leasing de aviões do Royal Bank of Scotland Group Plc.

“O mercado de leasing evoluiu durante a última década, de cinco empresas igualmente competitivas a várias vezes esse número, hoje”, disse a Boeing Co. em uma previsão, em dezembro, a respeito do financiamento global de jatos.

A Gecas pode comprar portfólios de aeronaves à medida que outros investidores da indústria de leasing optarem por abandonar suas participações, disse Liu. “Você tem que ser muito disciplinado para comprar”, disse ele.

Liu também disse que a Gecas estava olhando o 777X, da Boeing, a variação atualizada do avião de fuselagem larga que deverá entrar em serviço na próxima década. Ele disse que nenhuma decisão foi tomada a respeito de quando a Gecas poderia fazer um pedido, nem se ele discutiu o tamanho potencial de qualquer pedido. O 777X terá apenas motores GE.