Gávea quer controle do Fleury, mas está atrás do dinheiro

Segundo reportagem do Estadão, gestora estaria conversando com fundos soberanos para levantar cerca de R$ 1 bilhão

São Paulo – Não é nenhuma novidade que a Gávea Investimentos, fundada por Armínio Fraga, tem interesse em comprar o controle do Fleury, mas a gestora estaria tentando levantar recursos para dar andamento na operação.

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, desta quarta-feira, a Gávea está conversando com fundos soberanos para conseguir cerca de 1 bilhão de reais e fechar a aquisição.

Ainda de acordo com a reportagem, a gestora já teria conversado com dois fundos estrangeiros: Temasek, de Cingapura, e  Abu Dhabi Investment Authority (Adia), de Abu Dhabi.    

No mês passado, o Fleury informou que seu controlador indireto, a Core Participações, iniciou negociações exclusivas com a Gávea Investimentos para a venda total de sua participação acionária direta e indireta na companhia, que soma mais de 40$ das ações da companhia.

A Gávea já detém 30% do laboratório Hermes Pardini, de Minas Gerais.