Gávea Investimentos aposta na Multiplan

Gestora de recursos de Armínio Fraga compra 5% de participação na empresa

A Gávea Investimentos, gestora de recursos do ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga, decidiu investir na administradora e incorporadora de shoppings centers Multiplan. Sem revelar valores, os fundos da instituição anunciaram a compra 5.995.700 ações ordinárias da companhia, que representam 5% de seu capital.

O atual momento de crise financeira vem se mostrando interessante para a gestora de fundos. Nos últimos meses, a Gávea reforçou sua carteira de investimentos adquirindo participação em empresas como Cosan, Droga Raia e RBS.

A necessidade de levantar recursos para financiar operações levou a Cosan a preparar uma oferta privada de ações para receber 130 milhões de dólares da Gávea. Os fundos da instituição acordaram pagar 7,90 dólares por papel, passando a deter até 16,5 milhões de ações da Cosan.

Na Droga Raia, os fundos investiram o suficiente para adquirir 15% de participação em uma das maiores redes de farmácias do país. O valor do investimento não foi divulgado, mas dará direito a dois dos seis assentos do conselho de administração da empresa. A Droga Raia pretende aplicar os recursos em seu plano de expansão de unidades.

Já a RBS Comunicações, holding que controla o grupo de mídia RBS, o maior do setor na região Sul do país, estuda utilizar o dinheiro vindo da Gávea na ampliação de suas operações no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. O valor da negociação não foi revelado, mas a Gávea passou a deter 12,64% de participação no grupo de comunicação e um assento no conselho de administração.

Com a redução de recursos disponíveis para empréstimo no mercado, a captação por meio de fundos passou a ser ainda mais estratégica para as empresas. Além da Gávea, outras gestoras de recursos, como a GP Investimentos, vêm aproveitando para investir em empresas com grande potencial de resultados. No final de setembro, a GP Investimentos reforçou sua participação no setor de saúde ao assumir o controle da Imbra, a maior rede de clínicas odontológicas do país.