Gás Natural lucra € 1,201 bilhões em 2010, alta de 0,5%

O grupo acredita que números refletem o início da recuperação da demanda energética na Espanha

Madri – A empresa Gás Natural Fenosa lucrou 1,201 bilhão de euros em 2010, crescimento de 0,5% com relação a 2009, resultado baseado no fornecimento de fundos que o grupo efetuou pelo conflito que mantém com a argelina Sonatrach pelos preços dos contratos de gás.

A receita da companhia, presente na Argentina, Brasil, Colômbia e México, entre outros países latino-americanos, aumentou 32%, para os 19,630 bilhões de euros, informou nesta terça a empresa à Comissão Nacional do Mercado de Valores (CNMV), o regulador da bolsa espanhola. O Ebitda subiu 14% até os 4,477 bilhões de euros.

Os números, destacou o grupo energético no comunicado, refletem o início da recuperação da demanda energética na Espanha, a contribuição crescente dos negócios internacionais e a incorporação da União Fenosa, entre outros fatores.

Na América Latina, o negócio da distribuição de gás alcançou os 635 milhões de euros, com aumento de 24,5%.

Por países, o maior peso de negócio foi no Brasil, 332 milhões de euros, e Colômbia, 171 milhões de euros.

O Ebitda do negócio de eletricidade na América Latina, fornecido pelos ativos de geração no México, Porto Rico, Costa Rica, Panamá e República Dominicana, foi de 263 milhões de euros, 20,1% mais.

A multinacional detalha que já conta com 5,7 milhões de clientes na América Latina.

Com relação à Sonatrach, a empresa não detalha a quantia exata destinada para enfrentar o conflito, que se refletiu no menor crescimento do número de Ebitda e na evolução final do resultado anual.