Gafisa ainda não sabe como vai quitar dívida com AlphaVille

Aquisição de 100% da companhia deve ser concluída neste ano; valor da última parcela, no entanto, ainda é discutido entre as duas empresas

São Paulo – O plano da Gafisa de ser a única dona da AlphaVille Urbanismo está próximo de ser concluído. A incorporadora só não definiu ainda como será feito o pagamento pela compra dos 20% restantes da companhia.

De acordo com Duílio Calciolari, diretor-presidente da Gafisa, o valor da última parcela da compra está em processo de avaliação e deve ser finalizado no final do mês e só então, divulgado ao mercado.

“Temos duas alternativas: uma seria usar dinheiro de caixa, outra pagar com ações da companhia. Obviamente, as duas, neste momento, não são adequadas. Por isso, podemos optar por um mix das duas, ou até mesmo buscar uma terceira opção. Essa decisão vai sair ao longo do mês de junho”, afirmou o executivo, em teleconferência com analistas, nesta quarta-feira.   

Em 2006, a Gafisa comprou 60% da AlphaVille e se comprometeu a adquirir os 40% restantes em duas parcelas, sendo um concluída em 2010 e os 20% restantes adiados para este ano.

A compra da fatia inicial foi fechada por 383 milhões reais, sendo 20 milhões de reais pagos em dinheiro e o restante em ações da própria Gafisa. A segunda parcela, de 20%, na ocasião foi avaliada em 126,4 milhões de reais.

O braço voltado para segmento premium da incorporadora já tem maior participação no mix de produtos, com 54% do total de lançamentos. No primeiro trimestre, o total de lançamentos do grupo somou 464 milhões de reais.

Resultados do trimestre

A Tenda, braço voltado para a baixa renda da Gafisa, mais um vez impactou negativamente os resultados da companhia no primeiro trimestre. No período, a companhia registrou prejuízo líquido de 31,5 milhões de reais, montante 27,2% menor na comparação com as perdas da companhia registradas um ano antes.

Já a receita líquida da companhia no primeiro trimestre deste ano cresceu 27%, totalizando 927,8 milhões de reais.