Estrangeiros aumentam participação em empresas do Brasil

Segundo pesquisa da PwC, número de fusões e aquisições no país foi o maior dos últimos 11 anos. Aportes de fora e feitos por private equity aumentaram

São Paulo – As empresas brasileiras bateram recorde de fusões e aquisições no ano passado, em especial, com uma maior participação dos fundos de private equity e de capital estrangeiro nas negociações. As informações são da pesquisa divulgada hoje pela consultoria PricewaterhouseCoopers.

Em 2013, 811 transações foram realizadas no país, 5,2% a mais que as registradas no ano anterior e o maior número desde 2002. Deste total, apenas 291 tiveram o valor divulgado, um total de 88,1 bilhões de dólares.

Os fundos privados participaram de 380 dessas negociações, quase metade de todas as fusões e aquisições feitas no ano no país.

De acordo com a pesquisa da PwC, enquanto a participação de investidores brasileiros continua a diminuir, como nos últimos anos, os investimentos feitos por estrangeiros em companhias do país esteve presente em 44% das transações – porcentagem que foi de 41% em 2012. O apetite deles está direcionado, em especial, para empresas dos segmentos de consumo, logística e distribuição.