Fundador da Amazon passa Gates e se torna o mais rico do mundo

Jeff Bezos superou o cofundador da Microsoft após a alta das ações da Amazon nesta sexta-feira

Nova York – A alta das ações da Amazon nesta sexta-feira em Wall Street teve uma consequência direta na fortuna do fundador da empresa, Jeff Bezos, que superou o cofundador da Microsoft Bill Gates como pessoa mais rica do mundo.

Duas horas depois do início do pregão de hoje, os papéis da Amazon subiam 11,9%, um reflexo do ânimo dos investidores com os resultados trimestrais divulgados pela empresa ontem, números que superaram as previsões dos analistas.

As ações da Microsoft, que também teve um trimestre positivo, agradando os investidores, subiam 7%.

Mas, de acordo com a revista “Forbes”, que acompanha pontualmente as fortunas pessoais levando em consideração, entre outros fatores, o valor dos ativos dos bilionários nas bolsas de valores, Bezos superou hoje Gates como pessoa mais rica do mundo.

De acordo com a Forbes, a fortuna do fundador da Amazon chegava a US$ 90,6 bilhões, contra US$ 90,1 bilhões de Gates.

Não é a primeira vez que o fundador da Amazon supera o criador da Microsoft. Isso já tinha ocorrido em 27 de julho, quando a empresa de Bezos registrou uma alta histórica de suas ações. No entanto, horas depois, Gates recuperou o primeiro posto.

Bezos começou a fazer parte da lista de bilionários da Forbes em 1998, com uma fortuna calculada na época de US$ 1,6 bilhões, um ano depois de a Amazon ter entrado na bolsa.