Francesa Technip construirá fábrica de dutos no Superporto de Açu

A obra terá o valor de RS$ 365 milhões e será instalada pela LLX, empresa do grupo EBX, do empresário Eike Batista

Rio de Janeiro – A companhia francesa Technip anunciou nesta sexta-feira que vai construir uma fábrica de dutos flexíveis usados em plataformas petrolíferas marítimas, obra no valor de RS$ 365 milhões.

A indústria será instalada no complexo Superporto do Açu, que está sendo construído em São João da Barra, no Rio de Janeiro, pela LLX, empresa do grupo EBX, do empresário Eike Batista.

O vice-presidente da Technip, Frédéric Delormel, disse que fábrica será ‘a maior e mais sofisticada indústria de canos flexíveis do mundo’.

O investimento atenderá a demanda gerada pela exploração da camada do pré-sal, que se encontra a 150 quilômetros do litoral do Rio de Janeiro. A fábrica começará a operar em setembro de 2013, ocupará uma área de 290 mil metros quadrados e criará 600 novos postos de trabalho.

O Superporto do Açu é um complexo industrial que reunirá empresas dos setores do petróleo, siderurgia, cimento, mineração, metalurgia e automobilística. O grupo LLX investirá US$ 3,800 bilhões no local, que terá capacidade para 350 milhões de toneladas de carga por ano.