Ford eleva produção na América do Norte para atender demanda

A montadora vai adicionar uma semana de produção em 20 fábricas na América do Norte este ano para fabricar mais 40 mil veículos

Detroit – A Ford Motor vai adicionar uma semana de produção em 20 fábricas na América do Norte este ano para fabricar mais 40 mil veículos e ajudar a sustentar seus ganhos de mercado nos Estados Unidos.

A segunda maior montadora dos EUA disse na quarta-feira que estas fábricas ficarão ociosas por apenas uma semana neste semestre, em vez das tradicionais duas semanas do período de “fechamento de verão”.

Este é o segundo ano consecutivo que a montadora tomou essa medida. A capacidade acrescida vem num momento em que as vendas da Ford estão ultrapassando o ritmo do mercado global norte-americano de automóveis.

A força no mercado imobiliário dos EUA tem aumentado a demanda por picapes como a F-150. Os modelos mais recentes oferecem quilometragem maior do que a média de veículos dos EUA, que tem cerca de 11 anos de uso.

“Há muita demanda reprimida, principalmente em picapes, uma vez que a idade da frota é a mais antiga já atingida na América do Norte”, disse Jim Tetreault, chefe de operações de manufatura da Ford na América do Norte.

A Ford também tem acrescentado turnos para atender à crescente demanda. Atualmente, cerca de 75 por cento das fábricas da montadora na América do Norte estão operando em mais de dois turnos por dia, afirmou a empresa.

Os turnos adicionais aliados ao período de fechamento menor vão ajudar a Ford a produzir 240 mil veículos adicionais por ano.

As vendas da Ford subiram quase 13 por cento nos primeiros quatro meses do ano, enquanto o mercado mais amplo ampliou os licenciamentos em 7 por cento.