Filho de Rupert Murdoch deixa função executiva no grupo de mídia

<I>Lachlan Murdoch era considerado pelo mercado o herdeiro da News Corp., o império de mídia de Rupert Murdoch</I>

Em mais um movimento que supreendeu o mercado (clique aqui para ler sobre a surpresa anterior), Lachlan Murdoch, filho mais velho e possível herdeiro corporativo de Rupert Murdoch, controlador da News Corp., pediu afastamento de suas funções executivas.

Segundo reportagem desta sexta-feira (29/7) do The Wall Street Journal, a decisão inesperada deverá alimentar especulações em torno do processo sucessório em uma das maiores companhias de mídia do mundo.

Lachlan, com 33 anos de idade, declarou que vai oficialmente deixar suas funções em 31 de agosto e retornar para sua residência na Austrália. Um potencial sucessor é Peter Chernin, à frente das operações da News Corp. Segundo a reportagem, Chernin é um profissional altamente considerado no mercado, responsável por negócios espalhados por todo o mundo.

Mas é James Murdoch, o filho mais novo de Rupert e presidente da subsidiária BSkyB, do ramo de satélites e televisão, quem desponta agora como o favorito para dirigir a News Corp. no futuro.

Lachlan, entre outras funções, era o publisher do jornal New York Post. Ele continuará prestando consultoria ao grupo, onde manterá o posto de diretor. Rupert Murdoch declarou em nota que está triste com a decisão do filho.

A News Corp. detém grandes participações acionárias em empresas como a Fox News Channel, FX Networks, editora HarperCollins, estúdios da Twentieth Century Fox, DirecTV e British Sky Broadcasting.