Fed determina que Citi controle risco de lavagem de dinheiro

Banco Central dos EUA disse ao Citigroup para apresentar um plano dentro de 60 dias para melhorar sua fiscalização de regras para evitar a lavagem de dinheiro na companhia

São Paulo – O Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, determinou que o Citigroup controle melhor o risco de lavagem de dinheiro, parte de um amplo esforço regulatório sobre potenciais fluxos ilícitos de dinheiro.

O Fed disse ao Conselho do Citigroup para apresentar um plano dentro de 60 dias visando melhorar sua fiscalização de regras para evitar a lavagem de dinheiro em toda a companhia, segundo uma ordem expedida em 21 de março, mas apenas divulgada nesta terça-feira.

O plano do Conselho deve incluir o financiamento de equipes e recursos baseados nos riscos de diferentes unidades –políticas que implicam em uma “abordagem proativa” para identificar e gerenciais riscos de lavagem de dinheiro– e medidas para garantir que funcionários compram essas políticas internas, disse o Fed.

O Fed também pediu que o Citigroup apresente um plano para melhorar suas operações de cumprimento de normas que lidam com lavagem de dinheiro e exigências de sanções, e uma revisão completa de quão efetivo é o programa geral de “compliance” do grupo. O prazo é de 90 dias.

O Citigroup deve apresentar relatórios de progresso a cada trimestre, detalhando as ações tomadas, segundo o Fed.

O grupo disse em comunicado que havia feito “progresso substancial” em fortalecer seu programa de comprimento de normas e se dirigir aos riscos na companhia.

Autoridades norte-americanas têm elevado sua fiscalização de leis anti-lavagem de dinheiro, em um esforço para frear atividades que vão de tráfico de drogas a terrorismo.