Facilite para o chefe

Lidar com o chefe não é fácil. Mas você já pensou que, para o chefe, lidar com você também não é tão moleza? Pois aí vão dez idéias para facilitar a sua vida profissional e a do seu chefe. Os conselhos são do professor francês Jacques Horovitz, do Instituto Internacional de Desenvolvimento de Gestão (IMD), que tem sede na Suíça. “Eles vêm mais da minha experiência profissional do que da vivência de professor e observador”, diz Horovitz, que foi diretor do Club Med e da Disney. “Tudo o que posso dizer é que me senti bem melhor quando fui chefiado assim, e tive grande sucesso quando liderei a virada corporativa da Disneyland Paris inculcando essas regras em 250 gerentes.”

1 Ajude-o a não lhe dizer “não”

Seu chefe tem um monte de coisas para fazer. Se for pressionado a tomar uma decisão sobre um projeto, na maioria das vezes dirá “não”. Como diminuir esse risco?

  • Lembre-o de onde vocês pararam na última reunião, e do objetivo.
  • Cite os problemas que podem advir do adiamento de uma decisão.
  • Resuma as opções que você considerou, e por que decidiu por esta que está apresentando.
  • Diga o que você espera dele: dar ciência, ajudar na decisão, compartilhar o risco, reexaminar a sua decisão…
  • Esteja preparado, com gráficos e informações, para possíveis contestações.
  • Após a reunião, sumarize a decisão por escrito.

    Quando a decisão tiver sido tomada, seja a que você propôs, a dele ou nenhuma, não a critique para outros. A partir de agora, você é o maior defensor dela.

    2 Não roube o tempo dele

    Você talvez represente apenas 1% dos problemas do seu chefe, por isso não aja como se fossem 100%.

    3 Você quer mesmo a opinião dele?

    Se você perguntar, na maioria das vezes ele dará uma opinião. Portanto:

  • Não apenas poupe o tempo dele escolhendo as questões mais importantes, mas também escolha o melhor momento para tratar delas.
  • Comece com a floresta, antes de passar para a árvore. Fale do objetivo, da situação atual e por que você precisa da opinião dele.

    4 Dados não são informação

  • Sua função é analisar, não simplesmente coletar dados. Então, agrupe as informações, selecione as que importam, estabeleça tendências.
  • Não dê apenas más notícias. Enfatize as boas, também, para não criar uma atmosfera ruim.
  • Arredonde os números. É mais fácil para compreender o sentido.

    5 Dê o problema, e a solução

    Os problemas em geral representam um abismo entre o objetivo inicial e o resultado obtido. A solução é uma alternativa para diminuir esse abismo. Estude as alternativas, e tenha claro em que pontos você precisaria da ajuda do seu chefe.

    6 Não o trate como idiota

    É claro que seu chefe não sabe tanto do seu trabalho quanto você. Quando ele é necessário, é porque tem visão mais ampla. Nesse caso, há uma tentação de inundá-lo com termos técnicos, para forçá-lo a concordar com você. No longo prazo, cria-se uma relação de desconfiança. Em vez disso, instrua-o, com linguagem simplificada, mostrando artigos, resumos, modelos. A decisão tomada assim costuma ser melhor.

    7 Teste seus limites

    Ninguém sabe exatamente até que ponto vão suas atribuições. Por isso, é bom testar o quanto de autonomia você tem, de vez em quando, principalmente nas áreas onde não há precedentes.

    8 Não prometa demais

    Confiança é uma função de quanto você faz aquilo que disse que faria. Sempre haverá problemas que exijam mudança, mas não surpreenda seu chefe. Envolva-o no processo.

    9 Capriche

    Não assuma que seu chefe vá mudar ou corrigir seus relatórios de qualquer modo. Se pensar assim, você acabará fazendo trabalhos incompletos, as correções serão cada vez maiores… e sua independência irá pelo ralo.

    10 Entenda as diferenças de estilo

    Há, basicamente, quatro tipos de perfil profissional:

  • Os que gostam de “controlar coisas”, focados no “como”.
  • Os que se preocupam mais com gente, focados no impacto de decisões nas pessoas.
  • Os que se preocupam mais com resultados, focados em ações.

  • Os que se preocupam mais com idéias, focados em propostas e conceitos.

    Perceba qual é o perfil do seu chefe, e qual o seu. Um controlador pode achar enfadonho se você se estender em um milhão de conceitos.