Facebook negocia pagar multa milionária para encerrar investigação nos EUA

Comissão investiga escândalos de privacidade envolvendo a empresa; multa superaria os US$ 22,5 milhões

San Francisco – O Facebook está negociando com o governo dos Estados Unidos o pagamento de uma multa milionária para evitar a sequência das investigações sobre a gestão da privacidade dos usuários da rede social.

As informações sobre as negociações foram publicadas nesta quinta-feira pelo “The Washington Post”. Segundo o jornal, a Comissão Federal do Comércio (FTC), agência do governo responsável por proteger consumidores e a livre concorrência, está investigando os múltiplos escândalos de privacidade envolvendo o Facebook.

O “Post” citou duas fontes ligadas às negociações que indicaram que o Facebook está preocupado com as exigências da FTC. Ainda não há acordo sobre o valor da multa que será aplicada, mas a agência governamental ameaça entrar na Justiça contra a empresa.

Os valores da multa superariam os US$ 22,5 milhões pagos pelo Google em 2012. Portanto, caso a FTC puna o Facebook, esta seria a maior multa já imposta pelo governo americano a uma empresa de tecnologia por não respeitar a privacidade dos usuários.

O Facebook se envolveu em uma série de polêmicas no ano passado. A maior delas teve a participação da consultoria britânica Cambridge Analytica, que utilizou, sem consentimento, dados de milhões de usuários da rede social com fins políticos.

Em março do ano passado, a FTC informou que estava investigando o vazamento de dados de 50 milhões de usuários do Facebook para a Cambridge Analytica e anunciou que usaria todas as ferramentas disponíveis para proteger a privacidade dos consumidores.